Como você já sabe, novembro é o mês das onças-pintadas! Em comemoração ao Dia Internacional da Onça-pintada, que acontece no dia 29, nós resolvemos prolongar a celebração por todo o mês. E, já que o objetivo é promover uma reflexão sobre a importância de preservarmos a espécie, qual tal um post recheado de informações sobre o maior felino das Américas? 

 

CURIOSIDADES SOBRE AS ONÇAS-PINTADAS 

Se você também quer conhecer um pouco mais sobre este animal tão encantador, confira algumas curiosidades selecionadas por nós:

1. CADA ONÇA É ÚNICA!

As rosetas, que são as manchas pretas espalhadas pelo corpo da onça, seguem combinações únicas. Ou seja, o padrão de manchas nunca será igual de uma onça para outra! Assim como a digital humana, que é capaz de identificar cada ser individualmente, as rosetas também nos ajudam a reconhecer cada uma das onças estudadas. 

Isa, uma das onças monitoradas por nós no Pantanal. (Foto: Edu Fragoso)

2. MORDIDA MAIS FORTE DO MUNDO! 

Proporcionalmente, levando em conta seu peso e tamanho do crânio, a onça-pintada tem a mordida mais forte do mundo, ultrapassando felinos como o tigre e o leão! Sua mandíbula é tão forte, que é capaz de quebrar cascos de tartaruga.  

Onça-pintada fotografada pelo presidente do Onçafari. (Foto: Mario Haberfeld)

3. ONÇA-PRETA

Ao contrário do que muitos pensam, a onça-preta não é uma espécie diferente, é apenas a onça-pintada com maior acúmulo de melanina. O que acontece é uma mutação genética que aumenta a quantidade de melanina na pele e pelos. Por isso elas também são conhecidas como “onças melânicas”. Se olharmos atentamente é possível ver as rosetas e pintas em seu corpo negro.

Onça-preta registrada por armadilha fotográfica na Pousada Trijunção.

4. DIETA (DES)EQUILIBRADA

A onça segue uma dieta adotada pela maioria dos grandes felinos, conhecida como “feast or famine” (banquete ou fome). O animal fica até uma semana sem comer, mas pode devorar enormes quantidades de carne em um único dia!

Onça-pintada devorando um jacaré. (Foto: Mario Haberfeld)

5. DESAPARECIDA EM ALGUNS TERRITÓRIOS AMERICANOS

As onças-pintadas eram encontradas no oeste e sul dos Estados Unidos, incluindo Texas, Califórnia, Arizona e Novo México, além de El Salvador. Entretanto, o felino foi rapidamente eliminado dos países, e muito poucas aparições foram registradas desde os anos 1960. 

Onça-pintada avistada em meio à vegetação. (Foto: Cynthia Lebrão)

Para evitar que essa fatalidade se espalhe por outros territórios, nós do Onçafari nos dedicamos diariamente à conservação da espécie aqui no Brasil. Somos totalmente encantados pelas onças-pintadas e trabalhamos todos os dias para que outras pessoas possam vivenciar o mesmo encantamento. Acreditamos fielmente no ecoturismo e propagação de informação como grandes forças à favor da biodiversidade.

QUANTO MAIS PRÓXIMO, MELHOR

Uma das nossas maiores forças para a conservação da vida selvagem é a informação. Quanto mais as pessoas conhecem e se aproximam dos animais, maior é o senso de urgência sobre a necessidade de protegê-los. Por isso, fazemos um trabalho muito consistente de pesquisa e propagação de conhecimento científico, com foco na onça-pintada (Panthera onca), através de nossas frentes “Ciência” e “Educação” 

Além da divulgação de conhecimento, também acreditamos no ecoturismo como ferramenta para a conservação. Por isso, buscamos aproximar as onças-pintadas e seres humanos, de forma totalmente equilibrada, por meio da frente “Ecoturismo”. 

Comentários

  • Maria Inês de Souza disse:

    Amo onças um dia gostaria muito.poder ver uma bem de perto.fico.feliz quando vejo que estão aumentando sua população..infelizmente existe pessoas de mau coração que mata esses felinos por pura maldade ai meu coração fica 💔 de dor isso é muito triste

Envie sua mensagem