Os principais distúrbios antrópicos que promovem a perda da biodiversidade são a redução e a fragmentação de habitat1. Essas alterações, aliadas às características biológicas das espécies, aumentam significativamente o risco de extinção nos mamíferos de médio e grande porte2 - entre eles, a onça-pintada. O maior felino das Américas encontra-se vulnerável ao risco de extinção no Pantanal3. Diante de sua importância ecológica e fragilidade às perturbações ambientais causadas pelo homem, este estudo busca entender como a estrutura da paisagem, com ênfase nas pastagens, influencia no padrão de movimento de onça-pintada no Pantanal sul do Brasil.

Download

Become a supporting company or partner of Onçafari and help preserve Brazil’s biodiversity